Carregando

Aguarde, processando!

Campeões do Brasil 2013

Categoria Vinho Safra Produtor NOTA Comentários
Espumante brut, extra-brut, nature branco Espumante Brut Nature 2007 Estrelas do Brasil 91 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Espumante Brut/Extra-Brut e Nature. Elaborado pelo método champennoise com Chardonnay, Viogner e Rieslig Itálico com 60 meses sur lie. Cor palha dourado claro. Perlage perfeita, pequena e abundante. Aroma intenso de frutas maduras, mel, baunilha, brioche, especiarias doces e amanteigados. Paladar seco, encorpado, de bom corpo, cremoso, longo, com ótima acidez, complexo e profundo.
Espumante brut, extra-brut, nature rosé Espumante Brut Rosé Reserva Blush 2010 Casa Valduga 90 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Brut/Extra-Brut e Nature e Rosé. O mais fino, seco e sério rosé desta prova, venceu com louvor. Cor de rosa claro. Perlage muito pequena e abundante. Aroma delicado e elegante, com frutas frescas e flores, pétalas de rosas, framboesas frescas. Paladar seco elegante, com ótima acidez, longo e com finesse.
Espumante moscatel e demi-sec, branco e rosé Espumante Moscatel Monte Paschoal N/V Basso 89 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Espumante Moscatel e Demi-Sec. Esverdeado claro. Pelage boa, pequena e abundante. Aroma típico floral, com notas herbáceas e frutadas, lembrando maçã e pêssego. Paladar meio doce, cremoso, fresco, equilibrado, delicioso.
Sauvignon Blanc Núbio Sauvignon Blanc 2011 Sanjo 88 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Sauvignon Blanc. O Núbio da Sanjo venceu com folga e se consolida como melhor Sauvignon Blanc brasileiro. Palha esverdeado claro e brilhante. Aroma intenso de flores e frutas brancas, pêra, acácia, aspargos, groselha branca. Paladar leve, com textura macia a boa acidez. Conjunto equilibrado, delicioso.
Chardonnay Reserva Chardonnay 2012 Aurora 89 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Chardonnay. Este Chardonnay da Aurora roubou a cena e venceu fácil a categoria, com um vinho expressivo, equilibrado e  que agrada fácil. Amarelo palha claro com reflexos dourados. Aroma de bom ataque, com frutas amarelas maduras e bem delineada, com madeira na medida, com notas de baunilha. Paladar de médio corpo, macio e com boa acidez, muito bem equilibrado, ótimo chardonnay, 
Gewürztraminer RAR Gewürztraminer Collezione 2011 RAR 88 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Gewurztraminer. Elaborado com uvas parcialmente atacadas pela Botrytis. Palha dourado claro. Aroma intenso e rico, com mel, especiarias, strudel. Paladar suave, com doçura aparecente, lembra um delicioso halb trocken alemão. Um dos raros vinhos brancos meio-doces brasileiros, muito bem elaborado, delicioso.
Outras castas brancas e cortes brancos Varietal Moscato Giallo 2012 Don Guerino 87 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Outras Castas e Cortes Brancos. Palha quase branco. Aroma intenso e rico, frutado e floral, com nota de maçã verde, jasmin e rosa. Paladar leve e macio, com textura untuosa, delicioso.  Quem não conhece a Moscato Giallo prove este.
Rosés Villa Francioni Rosé  2011 Villa Francioni 87 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Rosados. Delicioso e leve rosado em um estilo que lembra os da Provence-França. Linda cor clara, entre cereja e casca de cebola. Aroma elegante e delicado, com florais e frutas vermelhas frescas, rosas. Paladar leve e fresco, macio e com ótima acidez.
Pinot Noir Basaltino 2011 Basso 89 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Pinot Noir. A Serra Catarnense se firma com bom terroir para Pinor Noir. Rubi violáceo escuro. Aroma de bom ataque, madeira de boa qualidade aparece, com finos tostados, frutas maduras, cereja preta, baunilha, terra molhada, nota mineral. Paladar de leve a médio corpo, taninos secos e finos, boa acidez, muita personalidade. 
Merlot Merlot Terroir Edição Limitada 2009 Miolo 89 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Merlot. Um vinho já consagrado internacionalmente. Vermelho escuro, entre rubi e granada. Aroma de média intensidade, madeira doce aparece, frutas secas, espcarias. Paladar de médio bom corpo, taninos presentes, ainda jovens, longo, bom equilibrio, muito bem elaborado, delicioso.
Cabernet Franc Cabernet Franc XIII 2008 Valmarino 89 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Cabernet Franc. A Cabernet Franc é uma casta de longa história na vitivinicultura brasileira. Fez grande sucesso nos anos 1970, andou sumida mas felizmente está voltando. Valmarino, já há muito referência em Cabernet Franc,  confirmou sua supremacia nesta prova cega, mostrando elegente e bem elaborado. Rubi violáceo entre claro e escuro. Aroma fresco e elegante, com finesse, de frutas vermelhas e ervas frescas típicas da Cabernet Franc, com especiarias. Paladar de médio corpo, taninos secos e finos, boa acidez.
Marselan 4ª Geração Marselan 2008 Dom Cândido 88 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Marselan. O produtor Dom Cândido é especialista nesta casta, e seu "4a Geração" a maior referência em Marselan. Rubi escuro violáceo. Aroma intenso fresco e frutado, com notas de ameixas, cassis, violetas, alcaçuz, baunilha. Paladar de médio corpo, taninos macios, bom equilibrio.
Cabernet Sauvignon Rota 324 Cabernet Sauvignon 2005 Don Abel 90 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Cabernet Sauvignon. Este pequeno produtor gaúcho fez bonito em todas as categorias que participou, todos os seus vinhos merecem ser provados e Cabernet chamou muito a atenção, com aroma de bom ataque, com muito couro, madeira e frutas negras maduras, baunilha, alcaçuz, chocolate, nota de frescor balsâmico e de terra molhada. Paladar de bom corpo, macio, com taninos prontos, bom volume de boca, acidez moderada. 
Tannat Tannat 2011 Valmarino 89 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Tannat. A Valmarino apresentou bons vinhos em todas as categorias e este Tannat chemou a atenção pela elegância e equlibrio. Rubi escuro violáceo. Aroma elegante, com fruta negra limpa, fresca, bem combinada à especiarias, notas minerais. Paladar de bom corpo, taninos finos, acidez correta, cai  um puoco no meio-fim de boca. Um ótimo Tannat brasileiro
Cortes tintos Reserva Perpétua Lote II N/V Quinta da Figueira 90 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Cortes Tintos. Um "vinho de garagem" de Florianópolis, composto por 40% de Cabernets das safras 2009 e 2010 e 60% de Merlot de 2011. Granada quase escuro. Aroma complexo, com notas lácteas, de couro, passas, café, menta, musgo, tabaco. Paladar de bom corpo, taninos secos e finos, estrutura delgada, mais vertical que horizontal, conjunto distinto e consistente.  
Cortes tintos Zelindo 2008 Suzin 90 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Cortes Tintos. Feito com 70% Merlot e 30 % Cabernet Sauvignon. Rubi escuro violáceo. Aroma fresco, denso e frutado de ameixas maduras, amoras, madeira nova bem casada, baunilha, alcaçuz, ervas frescas. Paladar de bom corpo, tannos presentes, boa acidez, ainda deve evoluir na garrafa, impressiona pela concentração de fruta e frescor/acidez. 
Outras variedades tintas Reserva Syrah 2011 Almaúnica 88 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Outras Castas Tintas. Rubi escuro violáceo. Aroma de boa intensidade,  elegante, com frutas negras frescas, amoras, ameixas, especiarias, pimenta. Paladar de médio-bom corpo, taninos finos e secos, boa acidez, ótimo com junto,com equilibrio e elegância. 
Doces e Fortificados Villa Francioni Colheita Tardia Sauvignon Blanc 2005 Villa Francioni 88 Campeão da Grande Prova Vinhos do Brasil na categoria Doces e Fortificados. Feito com uvas atacadas pela "podridão nobre". Cor palha claro com reflexos dourados. . Aroma intenso e fresco com madeira nova muito fica, flores brancas, mel, damasco, maracujá, abacaxi. Paladar doce (mas não muito) e macio, com acidez muito boa, bom frescor e cremosidade.