Carregando

Aguarde, processando!

Vinho e Panetone

Vinho e Panetone

24/12/2016

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

1595 Visitas

O Natal está chegando e todos me perguntam, que vinho? Para o bacalhau ou o chocolate, já escrevi em outras oportunidades com recomendações, vejam estes links:

- Binho & Vacalhau – www.marcelocopello.com/post/binho-bacalhau

- Vinho & Chocolatewww.marcelocopello.com/post/vinho-bacalhau

Mas e para o panetone?  

Muitas vezes escolho meus vinhos pelo teor alcoólico. Quanto menor melhor. Ao fim de um longo dia de provas de tintos, por vezes encorpados e alcoólicos, um branco leve e macio é uma dádiva. Uma destas ocasiões recentes esbarrei com um delicioso Moscato D´Asti, um branco meio doce do Piemonte-Itália, com 5% de álcool e frisante (com algum gás, mas menos que os espumantes).

Além de ótimo aperitivo, o Moscato D´Asti é a companhia ideal do Panetone. Reza a lenda que quando a cidade de Pavia foi invadida pelo exército de Albuino, o rei dos Lombardos, um confeiteiro local preparou um bolo em forma de pomba para o invasor. O monarca gostou tanto do doce que poupou Pavia da destruição. 

Lembre também de outras formas de consumo dos moscatéis: uma é acompanhando frutas frescas e outra é na forma de coquetéis, como os clericós (sangrias). Experimente colocar em uma jarra com bastante gelo, meia garrafa de moscatel, o suco de meio limão siciliano e pedaços de uma fruta amarela como manga ou abacaxi. Pode-se variar usando maracujá, laranja ou morango. 

De preferência não coloque mais que duas frutas por vez.

A seguir 5 italianos Moscatos D´Asti e 5 Moscatéis brasileiros.

MOSCATO D´ASTI, Itália

Moscato D’Asti Moncalvina  2011, Luigi Coppo, Piemonte-Itália (Mistral, www.mistral.com.br).

Cor clara e brilhante, palha esverdeada, discretanente frisante. Aroma floral e frutado. Paladar meio doce, leve e fresco, com 5% de álcool, boa acidez. Delicioso e versátil, por seu frescor eleveza, vai do aperitivo à Colomba ou às frutas frescas.

Nota 88 pontos

Moscato D´Asti 2011, Pio Cesare, Piemonte-Itália (Dencater, www.decanter.com.br).Amarelo dourado brilhante, bastante frisante, aromas de frutas maduras, flores brancas, acácia, laranja e mel. Paladar leve e meio doce, com 5% de álcool, bastante fresco, com boa acidez, ótimo tanto para aperitivo quanto para a Colomba/Panetone.

Nota 88 pontos

Moscato D’Asti Bosc D’la Rei 2009, Batasiolo, Piemonte-Itália (Max Brands, www.mxbrands.com.br).Amarelo dourado. Aroma intenso e frutado, com muitas frutas meduras, damasco, laranja, mel, florais. Paladar macio e meio doce, dicretamente frisante, com 5,5% de álcool, ótima integração geral. Um Moscato delicioso e já mais maduro com 4 anos e com doçura mais aparente, mais para Colomba/Panetone e sobremesa do que para aperitivo.

Nota 87 pontos

Moscato D’Asti La Rosa Selvatica 2011, Icardi, Piemonte-Itália (World Wine, www.worldwine.com.br). De cor bem clara, branco papel e brilhante, bastante frisante. Aroma de maçã, flores brancas, acácia. Paladar meio-doce, leve e cremoso, maciez ganha da acidez moderada, 5,5% de álcool. Delicioso, em estilo mais macio que fresco.

Nota 86 pontos

Espumante Moscato 2012, Giuseppe Filipetti, Piemonte-Itália (Porto a Porto, portoaporto.com.br). Cor esverdeade muito clara e brilhante. Espumante e não apenas frisante, com perlage abundante. Pouco aromático para um moscato, floral, frutas critalizadas. 

Paladar muito fresco, com doçura bem aparente mas equilibrada com frescor, 6,5% de álcool. Do aperitivo à Colomba/Panetone

Nota 85 pontos

MOSCATÉIS BRASILEIROS

Espumante Moscatel 2013, Casa Pedrucci (www.casapedrucci.com.br ).

Elaborado com 50% Moscato Italiano e 50% Malvasia Bianca. De cor muito lara e perlage abundante. Aroma típico da casta, floral, equilibrado, fino, elegante, e fresco.  

Nota 90 pontos

Espumante Moscatel, Cainelli (vinicolacainelli.com.br)

Claro, com reflexos esverdeados, perlage media. Aromas típicos da variedade, como flores e uva in-natura, paladar meio doce e fresco.  

Nota 89 pontos

Espumante Moscatel Rosé, Don Guerino (www.donguerino.com.br ).

Colocação salmão clara, perlage persistente. Aroma intense e característico da Moscatel, com notas de flores brancas, cereja e framboesa. 

Nota 88 pontos

Espumante Moscatel Rosé, (Aurora, www.vinicolaaurora.com.br)

Linda cor cereja clarinha. Perlage muito pequena, abundante. Aroma delicado de frutas vermelhas frescas, framboesas e rosas. Paladar meio doce, suave, macio, leve e delicioso

Nota 87 pontos

Espumante Demi-Sec Rosé Passion, (Chandon, www.chandon.com.br)

Elaborado com Malvasia Bianca, Moscato Canelli e Pinot Noir. Lida cor de rosa-pêssego. Perlage pequena e pouco abundante. Aroma de boa intensidade, floral, de morangos e frutas cristalizas. Paladar meio doce, cremoso, fresco, conjunto harmoniozo

Nota 86 pontos

Leia também: A espuma do espumante

Marcelo Copello

Marcelo Copello


Marcelo Copello é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. Eleito “O MAIS INFLUENTE JORNALISTA DE VINHOS DO BRASIL” pela revista Meininger´s Wine Business International, e “Personalidade do Vinho” 2011 e 2013 pelo site Enoeventos.

Curador do RIO WINE AND FOOD FESTIVAL, e Publisher do Anuário Vinhos do Brasil, colaborador de diversos veículos de imprensa, colunista da revista Veja Rio online. Professor da FGV, apresentador de rádio e TV, jurado em concursos internacionais de vinho, como o International Wine Challenge (Londres). Copello tem 6 livros publicados, em português, espanhol e inglês, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 em Paris e indicado ao prêmio Jabuti.

Especialista no mercado e nos negócios do vinhos, fazendo palestras no Brasil e no exterior, em eventos como a London Wine Fair (Londres). Copello é hoje um dos palestrantes mais requisitados. Para saber mais sobre as palestras e serviços de Copello clique AQUI

  

Contato: contato@marcelocopello.com