Carregando

Aguarde, processando!

Sauternes, para beber de joelhos

Sauternes, para beber de joelhos

22/11/2016

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

1670 Visitas

O vinho doce mais famoso e imitado do mundo é o Sauternes, da região francesa de Bordeaux. A razão deste sucesso se chama Botrytis Cinerea, um fungo que ataca os cachos de uva apodrecendo-os. Esta podridão é, contudo, benigna, conhecida como “podridão nobre”. O fungo faz  micro furos na casca da uva secando-a e concentrando açúcar, aromas e sabores. Ao mesmo tempo o Botrytis Cinerea provoca transformações químicas nas uvas: aumenta o teor de glicerina e pectina.

O resultado é um vinho luxuriante: dourado, bastante doce, aveludado, concentrado e alcoólico. O fungo Botrytis não pode ser provocado, ele ocorre naturalmente graças ao rio Le Ciron que provoca um excesso de umidade enevoando a região. A colheita só é feita após (e quando) o fungo ataca, o que pode ser em Setembro ou em alguns anos chegando Novembro, com as uvas quase congelando.  O momento ideal para a colheita deve ser escolhido com cuidado, se muito cedo, não haverá o Botrytis, se tarde as uvas apodrecerão ou congelarão. Além disso, a colheita é delfiicada, pois o mesmo cacho pode conter uvas boas e sem fungo, uvas botrytizadas e uvas estragadas. O rendimento é baixíssimo. Em alguns casos uma vinha pode render apenas uma taça de vinho. Os Sauternes são classicados em três níveis. No topo, classificado como Premier Cru Supérieur, apenas um vinho o mítico Château d´Yquem, seguido de 10 Premieri Crus (1er) e 12 Deuxième Crus (2ème). Os melhores Sauternes são vinhos de meditação, para tomar-se de joelhos bem-dizendo a vida.

Leia também: A Merlot manda notícias

Marcelo Copello

Marcelo Copello


Marcelo Copello é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. Eleito “O MAIS INFLUENTE JORNALISTA DE VINHOS DO BRASIL” pela revista Meininger´s Wine Business International, e “Personalidade do Vinho” 2011 e 2013 pelo site Enoeventos.

Curador do RIO WINE AND FOOD FESTIVAL, e Publisher do Anuário Vinhos do Brasil, colaborador de diversos veículos de imprensa, colunista da revista Veja Rio online. Professor da FGV, apresentador de rádio e TV, jurado em concursos internacionais de vinho, como o International Wine Challenge (Londres). Copello tem 6 livros publicados, em português, espanhol e inglês, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 em Paris e indicado ao prêmio Jabuti.

Especialista no mercado e nos negócios do vinhos, fazendo palestras no Brasil e no exterior, em eventos como a London Wine Fair (Londres). Copello é hoje um dos palestrantes mais requisitados. Para saber mais sobre as palestras e serviços de Copello clique AQUI

  

Contato: contato@marcelocopello.com