Carregando

Aguarde, processando!

Primavera, renovação e vinhos

Primavera, renovação e vinhos

21/09/2020

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

69 Visitas

Por Marcelo Copello

Primavera, estação amena, cheia de simbologia. Renascimento, reinício e triunfo do sol sobre o caos do inverno. No mundo do vinho a primavera marca o início da brotação das videiras e desenvolvimento dos cachos, que simbolizam uma nova vida, nova safra e novos vinhos! Oxalá a primavera nos traga uma trégua nesta pandemia, que nos consome enquanto consumimos vinho.

Para renovar sua adega nesta estação de renovação, seguem algumas sugestões de vários tipos e países:

ROSADO

VIK A Rosé 2019, Chile

Lançamento da Viña VIK, um dos projetos mais luxuosos do Chile, elaborado com cabernet sauvignon e syrah. Jovem, leve, fresco e muito versátil à mesa

ESPUMANTES:

Aurora Pinto Bandeira Extra-Brut, Brasil

Elaborado em nossa mais importante região para espumantes, Pinto Bandeira. Com uvas chardonnay, pinot noir e riesling e 24 meses com suas borras. Um espumante estruturado com potencial de guarda.

Salton Giornata 140, Brasil

Lançamento da Salton, elaborado com uvas glera (prosecco) pelo método charmat, com 5 meses de amadurecimento com suas borras. Leve fresco, ótimo aperitivo.

Cave Amadeu Laranja Nature, Brasil

Elaborado pela Cave Geisse com uvas chardonnay de Pinto Bandeira. Chega à sua cor alaranjada pelo maior temo e intensidade da maceração do mosto (suco) do vinho base com as cascas das uvas. Posteriormente o espumante fica 18 meses em contato com suas borras.

BRANCOS

Ponte da Barca Loureiro Reserva, Portugal

O Minho é a região mais importante de Portugal para vinhos brancos, muito conhecida pela casta alvarinho, mas a loureiro, que gera este belo exemplar, é mais disseminada na região e merece ser conhecida, pelo seu frescor e estrutura

Miolo Cuvée Giuseppe Chardonnay 2018, Brasil

Um dos melhores brancos brasileiros e melhor branco da Miolo, com uvas do Vale dos Vinhedos e seis meses em barricas de carvalho

TINTOS

Ombú Syrah Petit Verdot 2017, Uruguai

Um tinto uruguaio moderno, frutado, de médio corpo, ideal para a estação. Elaborado com 30% petit verdot , 30% syrah e 40% tannat, com 4 meses em barricas,

Rio Sol Gran Reserva Touriga Nacional 2015, Brasil

Elaborado em Pernambuco, medalha de ouro na Grande Prova Vinhos do Brasil, este é um dos melhores vinhos do nordeste e um dos melhores exemplares de touriga nacional feitos no Brasil

Errazuriz Max Reserva Cabernet Sauvignon 2018, Chile

Não poderia faltar nesta lista um cabernet do Chile, e da excelente safra de 2018. Esta linha, Max Reserva, gama intermediária da Errazuriz, tem ótimo custo benefício, com 12 meses em barricas, uvas do vale de Aconcágua

Duorum Colheita 2016, Portugal

Delicioso tinto do Douro Superior, elaborado pelos mestres José Maria Soares Franco e João Portugal Ramos. Elaborado com touriga nacional 40% touriga franca 40% e tinta roriz 20%, com 12 meses em barricas de carvalho francês, sendo 30% novas e 70% de segundo e terceiro uso.

Cadus Malbec Tupungato 2017, Argentina

É feito com uvas malbec de Gualtallary, uma das melhores sub-regiões de Mendoza. Com doze meses em barrica, congrega corpo e frescor.

Finca Las Palmas Malbec, Argentina

Da Bodega Trapiche, gigante argentino, oferecendo sempre qualidade e consistência em seus produtos. Uvas de Altamira em Mendoza, que junto com Galtallary, são as meninas dos olhos da viticultura argentina do momento, com 15% de álcool, e 18 meses em carvalho francês

Fèlsina Chianti Classico Bardegna, Itália

Félsina é um de meus produtores prediletos de Chianti. Seus Chiantis “Colonia” e “Rancia” são alguns dos melhores de toda a região. Este Bardegna é o de “entrada” mas não menos delicioso, expressivo e cheio de tipicidade.

Marcelo Copello

Marcelo Copello


Marcelo Copello é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. Eleito “O MAIS INFLUENTE JORNALISTA DE VINHOS DO BRASIL” pela revista Meininger´s Wine Business International, e “Personalidade do Vinho” 2011 e 2013 pelo site Enoeventos.

Curador do RIO WINE AND FOOD FESTIVAL, e Publisher do Anuário Vinhos do Brasil, colaborador de diversos veículos de imprensa, colunista da revista Veja Rio online. Professor da FGV, apresentador de rádio e TV, jurado em concursos internacionais de vinho, como o International Wine Challenge (Londres). Copello tem 6 livros publicados, em português, espanhol e inglês, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 em Paris e indicado ao prêmio Jabuti.

Especialista no mercado e nos negócios do vinhos, fazendo palestras no Brasil e no exterior, em eventos como a London Wine Fair (Londres). Copello é hoje um dos palestrantes mais requisitados. Para saber mais sobre as palestras e serviços de Copello clique AQUI

  

Contato: contato@marcelocopello.com