Carregando

Aguarde, processando!

Os Maiores Brancos do Chile

Os Maiores Brancos do Chile

02/06/2016

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

4844 Visitas

Por Marcelo Copello

Quem faz os melhores espumantes da América do Sul: sem dúvida o Brasil. Quem faz os melhores tintos: difícil ser conclusivo. Argentina e Chile estariam no páreo, com Brasil e Uruguai podendo surpreender.

E quem faz os melhores vinhos brancos do continente? Após esta prova que fiz em Santiago, organizada pelo Canal del Vino (www.CanaldelVino.TV) não tenho mais dúvidas, é o Chile.

A diversidade de castas plantadas no Chile não é grande, com foco em Sauvignon Blanc e Chardonnay (que foram também o foco desta prova). A variedade de climas, porém, em especial os terroirs mais costeiros, aproveitando-se do frescor que vem do oceano Pacífico, colocam o Chile em vantagem nesta categoria. Uma observação, senti falta nesta prova de três Chardonnays: Aristos, Sol de Sol e De Martino Quebrada Seca.

Vejam abaixo os campeões e o resultado completo.

MELHOR CHARDONNAY DO CHILE

Amelia 2015, Concha y Toro

MELHOR SAUVIGNON BLANC DO CHILE

Sol de Sol Sauvignon Blanc 2015, Viña Aquitania

PROVA COMPLETA

CHARDONNAY

Amelia 2015, Concha y Toro, Casablanca.

Amarelo palha, brilhante. Aroma com um tostado finíssimo, notas de frutas secas, nota mineral. Paladar de ótima acidez, boa complexidade e profundidade, grande branco.

Nota: 96

Los Patricios 2013, Pandolfi Price, Itata
100% Chardonnay de vinhedos de 20 anos, orgânico sem irrigação, fermentado em barricas 20% novas onde permaneceu 22 meses. Amarelo esverdeado brilhante. Aroma intenso, com boa complexidade, frutas maduras, citricos, amanteigados, fundo mineral muito elegante, madeira muito bem colocada. Paladar encorpado, estruturado por boa acidez, 13,5% de álcool, longo, belíssimo vinho, me lembrou um bom Meursault. 

Nota: 95

Quebrada Seca Chardonnay 2015, Maycas de Limarí, Limarí.

Amarelo esverdeado. Aroma intenso, com notas da madeira e da malo-lática, baunilha, manteiga. Paladar de bom corpo, boa profundidade, complexidade, longo.

Nota: 93

Larkün 2015, Pandolfi Price, Itata.

Amarelo palha esverdeado. Aroma intenso, com nota mineral, de finas especiarias. Paladar de boa estrutura, acidez alta, nota de amargor no fim de boca, deixa a boca muito mineral.

Nota: 91

Gran Reserva Origen Chardonnay 2015, Viña Chocalan, San Antonio,

Amarelo Palha. Aroma de boa intensidade e tipicidade, frutas maduras, amarelas e brancas, madeira, especiarias. Paladar de bom corpo, macio, boa acidez e equilíbrio.

Nota: 90

1865 Chardonnay Single Vineyard 2015, Viña San Pedro, Elqui.

Amarelo palha, aroma de frutas amarelas maduras, madeira, baunilha. Paladar de boa estrutura, boa acidez.

Nota: 89

SAUVIGNON BLANC

Sol de Sol Sauvignon Blanc 2015, Viña Aquitania, Malleco.

Palha claro esverdeado. Aroma contido, delicado, estilo mais europeu, mineral, pouca fruta, pimenta branca, frutas brancas, maçã verde. Paladar leve mas firme, com boa acidez, equilibrado, precisa de tempo de garrafa, está jovem, tem grande potencial.

Nota: 95

Cipreses Sauvignon Blanc 2015, Casa Marin, San Antonio.

Palha claro esverdeado, brilhante. Aroma muito fino, tudo muito bem integrado, com notas de frutas brancas, aspargos, cítricos. Paladar firme, mas contigo, macio, longo, de grande elegância.

Nota: 94

Terrunyo Sauvignon Blanc Viñedo los Boldos 2015, Concha y Toro, Casablanca,

Palha muito claro, esverdeado, brilhante. Aroma intenso, com notas de aspargos e groselha branca, cítricos. Paladar firme, com acidez crocante.

Nota: 93

Gran Reserva Origen Sauvignon Blanc 2015, Viña Chocalan, San Antonio,

Amarelo Palha brilhante. Aroma intenso e de boa complexidade, com uma nota defumada, frutas cítricas. Paladar de boa estrutura, boa acidez e maciez, perfil bastante distinto, com defumados e especiarias.

Nota: 93

Montes Outer Limits 2015, Viña Montes, Zapallar.

Palha claro esverdeado, brilhante. Aroma intenso, com uma nota mineral salgada, herbáceo, frutado. Paladar de médio corpo, mineral, distinto, um pouco magro, mas muito elegante, com acidez equilibrada.

Nota: 93

Trisquel Sauvignon Blanc 2015, Aresti, Leyda.

Palha claro esverdeado. Aroma com as típicas notas da casta, cítricos, grama cortada, groselha branca. Paladar de boa estrutura ácida, equilibrado e longo.

Nota: 91

Nimbus Single Vineyard Sauvignon Blanc 2015, Viña Casablanca, Casablanca.

Palha esverdeado brilhante. Aroma intenso e perfumado, floral, cítrico, notas de aspargos, grama cortada, limão. Paladar de média estrutura, macio, fino, com acidez, bem integrada.

Nota: 90

Gran Reserva Sauvignon Blanc 2015, Viña Tarapacá, Leyda,

Palha claro esverdeado, brilhante. Aroma de aspargos, frutas cristalizadas, limão. Paladar equilibrado, com acidez e maciez formando um bom conjunto, fresco, macio e gastronômico.

Nota: 90

Ritual Sauvignon Blanc,2015,Alto de Casablanca, Casablanca,

Palha esverdeado brilhante. Aroma de médio ataque, fresco e cítrico, elegante. Paladar de média estrutura, macio, com boa acidez, bem integrado e equilibrado, com bom finesse,

Nota: 89

Sauvignon Blanc Lote 4 2015, Viña Leyda, Leyda,

Palha claro esverdeado, brilhante. Aroma de aspargos, cítricos, Paladar de boa estrutura, meio de boca cai um pouco, boa acidez.

Nota: 89

1865 Sauvignon Blanc Single Vineyard 2015, San Pedro, Leyda.

Palha claro esverdeado. Aroma intenso, típico da casta, com notas herbáceas, cítricas. Paladar de médio corpo, macio, equilibrado e longo.

Nota: 89

Cordillera Sauvignon Blanc 2015, Miguel Torres, Elqui.

Palha claro esverdeado, brilhante. Aroma de bom ataque, fresco e frutado, com notas de lima e limão, aspargos, groselha branca. Paladar leve e macio, com boa acidez.

Nota: 88

Especialties Sauvignon Blanc 2015, Santa Carolina, San Antonio,

Palha claro esverdeado, brilhante. Aroma fresco e frutado, com notas herbáceas, de aspargos, frutas brancas, cítricos. Paladar de médio corpo, macio, acidez integrada.

Nota: 88

Marcelo Copello

Marcelo Copello


Marcelo Copello é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. Eleito “O MAIS INFLUENTE JORNALISTA DE VINHOS DO BRASIL” pela revista Meininger´s Wine Business International, e “Personalidade do Vinho” 2011 e 2013 pelo site Enoeventos.

Curador do RIO WINE AND FOOD FESTIVAL, e Publisher do Anuário Vinhos do Brasil, colaborador de diversos veículos de imprensa, colunista da revista Veja Rio online. Professor da FGV, apresentador de rádio e TV, jurado em concursos internacionais de vinho, como o International Wine Challenge (Londres). Copello tem 6 livros publicados, em português, espanhol e inglês, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 em Paris e indicado ao prêmio Jabuti.

Especialista no mercado e nos negócios do vinhos, fazendo palestras no Brasil e no exterior, em eventos como a London Wine Fair (Londres). Copello é hoje um dos palestrantes mais requisitados. Para saber mais sobre as palestras e serviços de Copello clique AQUI

  

Contato: contato@marcelocopello.com