Carregando

Aguarde, processando!

Os Aromas do Sr. Porto

Os Aromas do Sr. Porto

18/11/2018

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

2193 Visitas

Por Marcelo Copello

Um caso à parte na história do fermentado de Baco, o Vinho do Porto é (além do Champagne) o único vinho que transcende qualquer fronteira e é aceito em todo o mundo. Mesmo em países de grande tradição vinícola, onde é raro que se vejam nas prateleiras e mesas produtos de outra nacionalidade, o Porto é sempre reverenciado.

Paradoxalmente, ao mesmo tempo em que é universal o Porto é pouco compreendido. Para o grande publico ao redor do planeta Porto é Porto, aquele tinto docinho servido em pequenos copos, com aperitivo. Muitos esquecem da riqueza de tipologias que só o Porto tem.

(Em recente matéria falei do Porto e suas combinações - leia também: www.marcelocopello.com/post)

Vejamos os aroma típicos (mais comuns) dos diversos tipos de Porto e façamos uma “viagem ao fundo do córtex” em busca de todos estes cheiros em nossa memória!

Porto BRANCO JOVEM

Frutas tropicais frescas em geral
Banana
Casca de laranja
Frutas cristalizadas
Flores como jasmim
Mel
Chá

Porto tinto JOVEM (envelhecido em garrafa – Ruby, Ruby Reserva, LBV, Vintage)

Aroma de aguardente
Frutas frescas – figos, ameixas, morango, framboesa, cereja, amora
Especiarias – baunilha, anis, alcaçuz
Balsâmicos – menta, esteva, eucalipto
Florais – violetas, rosas
Vegetais – feno, terra molhada,
Animais – couro
Torrefação – chocolate, café

Porto envelhecido em casco (Tawny, Tawny Reserva, Tawny 10, 20, 30 e 40 anos e Colheita)

Aroma de aguardente
Vegetais – ervas maceradas, ervas secas
Frutas frescas – marmelo, damasco, pêssegos
Frutas secas – nozes, avelãs, castanhas, amêndoa, pinhão
Especiarias – baunilha, anis, canela, pimenta do reino branca
Balsâmicos – resinas
Florais – flor de laranjeira
Mel
Torrefação – caramelo

Porto envelhecido em garrafa COM ALGUMA IDADE (Ruby, Ruby Reserva, LBV, Vintage)

Frutas negras maduras – cassis, ameixa, cereja, amora
Vegetais – feno, tabaco
Balsâmicos – esteva, pinho, resinas, eucalipto
Animais – caça, suor, couro
Florais – violetas
Especiarias – cravo, pimenta do reino preta, canela, baunilha, anis, alcaçuz
Madeira velha, cedro, carvalho
Torrefação – pão torrado, chocolate, café

Portos MUITO VELHOS – TODOS (com mais de 40 anos):

Com a idade os diversos tipos de Porto (mesmo os brancos) tendem a se parecer e desenvolver os seguintes aromas:

Etéreos, como cera, vela ou sabão;
Químicos, como  iodo e cloro;
Balsâmicos, como resinas
Especiarias como pimenta do reino e baunilha
Animais como aromas de carne e couro envelhecido
Vegetais, como cogumelos, musgo, tabaco, folhas de chá
Florais, como flor de laranjeira
Mel
Frutados, lembrando amêndoa, damasco, avelãs, nozes
Torrefação, incluindo caramelo, amêndoa torrada, café , chocolate

Marcelo Copello

Marcelo Copello


Marcelo Copello é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. Eleito “O MAIS INFLUENTE JORNALISTA DE VINHOS DO BRASIL” pela revista Meininger´s Wine Business International, e “Personalidade do Vinho” 2011 e 2013 pelo site Enoeventos.

Curador do RIO WINE AND FOOD FESTIVAL, e Publisher do Anuário Vinhos do Brasil, colaborador de diversos veículos de imprensa, colunista da revista Veja Rio online. Professor da FGV, apresentador de rádio e TV, jurado em concursos internacionais de vinho, como o International Wine Challenge (Londres). Copello tem 6 livros publicados, em português, espanhol e inglês, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 em Paris e indicado ao prêmio Jabuti.

Especialista no mercado e nos negócios do vinhos, fazendo palestras no Brasil e no exterior, em eventos como a London Wine Fair (Londres). Copello é hoje um dos palestrantes mais requisitados. Para saber mais sobre as palestras e serviços de Copello clique AQUI

  

Contato: contato@marcelocopello.com