Carregando

Aguarde, processando!

O vinho do Tsar

O vinho do Tsar

09/01/2017

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

433 Visitas

O octagenário Massandra Livadia Red Port, de 1936, emociona. E merece aplausos, muitos aplausos…

Este vinho tem tanta história quanto idade. Trata-se do melhor e mais raro vinho jamais feito na Rússia. O Tsar (ou czar, título dado aos antigos imperadores russos) Nicholas II construiu uma vinícola na cidade de Massandra, na república autônoma da Criméia, em 1894, e lá cultivou vinhedos com uvas oriundas de várias partes do mundo. Os vinhos fortificados de Massandra são lendários e foram produzidos em diversos estilos: Porto, Madeira, Jerez, Tokaji, Marsala, dentre outros.

A vinícola ainda o produz, mas as mais cobiçadas são as safras antigas, algumas do tempo do Tsar. Em dezembro de 2004, a casa de leilões Sothebys, em Londres, colocou à venda 400 lotes de 150 tipos de Massandra seculares, com um valor total de impressionante 500 mil de libras.

Este exemplar que provei, do tipo Porto, elaborado com a Cabernet Sauvignon, apresentava cor âmbar um pouco turva, aromas etéreos e vincados marcados por mel, damasco, laranja e  tangerina confit, com toques de iodo, madeira e especiarias. Em boca, paladar doce, com boa acidez, longo e untuoso, lembrando mais um Madeira antigo ou mesmo um soberbo Moscatel de Setúbal que um Porto.

Em resumo: um vinho que está fresco aos 86 anos merece aplausos. Simplesmente emocionante.

Marcelo Copello

Marcelo Copello

Diretor de conteúdo da Baco Multimidia, Marcelo Copello é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. Eleito Personalidade do Vinho 2011 pelo site Enoeventos. Eleito em 2009 como “best journalist” e “the most influential wine journalist” pela revista Meininger´s Wine Business International, a mais respeitada publicação mundial dedicada aos negócios do vinho, com circulação em 40 países. Colaborador de diversos veículos de imprensa, autor de 6 livros de sucesso, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 (Paris) na categoria “melhor livro sobre vinho europeu” para o livro “Os sabores do Douro e Minho”. e palestrante requisitado, Copello é totalmente ISENTO, não mantendo relação comercial com importadoras, vinícolas, lojas ou quaisquer empresas que comercializem vinhos.