Carregando

Aguarde, processando!

Casa Silva, referência em vinhos de Colchagua

Casa Silva, referência em vinhos de Colchagua

24/05/2016

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

2595 Visitas

Por Marcelo Copello

Visitei recentemente o sul do Chile e retornando do sul para Santiago uma parada obrigatória é Colchagua. Região mais emblemática para o Carmenère no mundo, Colchagua a cada ano alarga a diversidade dos vinhos que produz. Junto com a Carménère, o Cabermet Sauvigon domina, mas cada vez mais provo excelentes Syrah, Chardonnays, Sauvignon Blancs, Pinot Noirs e cortes fantásticos usando, além das tintas citadas, a Petit Verdot, Merlot e Cabernet Franc. Umas das maiores referências neste vale é a Casa Silva, empresa familiar cujos vinhos são bem conhecidos no Brasil graças ao belo trabalho da Vinhos do Mundo (www.vinhosdomundo.com.br) e de Mario Geisse, enólogo da casa e que também atua no sul do Brasil, em sua empresa, a Vinícola Geisse. Lá provei uma larga gama de ótimos vinhos, começando por ótimas novidades da Patagônia chilena e encerrando com o ícone da empresa, o espetacular Altura 2008.

Lago Ranco Sauvignon Blanc 2014, Patagônia

Uma novidade da Casa Silva são os vinhos elaborados no Lago Ranco, a 700km ao sul de Colchagua, na Patagônia chilena, com clima frio e úmido (1.800mm de chuvas ao ano) e solos vulcânicos. Muito claro, verdeal. Aroma intenso e elegante, muito fresco, com notas de aspargos e grama, sem ser invasivas. Paladar ao mesmo tempo leve e estruturado por uma acidez excelente, que fica mais evidente pois o álcool é baixo, apenas 12%.

Nota: 89 pontos

Cool Coast Sauvignon Blanc 2014, Colchagua

Da região costeira de Paredones, em Colchagua, com 300mm de chuvas ao ano,. De cor clara e esverdeada. Aroma intenso (mais intenso que o outro Sauvignon da Casa, feito no Lago Ranco-Patagônia) notas mais evidentes de grama, aspargos, gooseberry. Paladar bom frescor e textura, com acidez alta, bem equilibrada com os 13% de álcool.

Nota: 90 pontos

Lago Ranco Pinot Noir 2014, Patagônia

De cor clarinha, rubi. Delicado no nariz, com aromas frescos de frutas vermelhas, com notas florais. Paladar leve, acidez presente, 12,5% de álcool. Estilo  diferente do padrao chileno, mais claro e magro, elegante, cheio de estilo.

Nota: 89 pontos

Cool Coast Pinot Noir 2012, Colchagua

Vermelho rubi, entre claro e escuro. Aroma de frutas vermelhas mais maduras, mas mantendo o frescor e a elegância. Palaxar de medio corpo, com taninos presentes, 14% de álcool, ótima acidez, equilibrada com boa maciez.

Nota: 90 pontos

Cool Coast Syrah 2012, Colchagua

Um belo Syrah, diferente, com acidez alta, sem muita concentracao ou cor, nada de fruta super madura. Paladar seco, taninos finos, medio corpo, estrutura firme, 13% de álcool.

Nota: 91 pontos

Edición Limitada Petir Verdot 2013, Colchagua

Muito escuro, com notas de fruta negras, concentrado no nariz e boca. Paladar com taninos importantes, com 14,5% de álcool, gordo no meio de boca, embora sem tanto frescor/acidez.

Nota: 88 pontos

5a Generacion tinto 2011, Colchagua

Elaborado com 50% Cabernet Sauvignon, 30% Carménère, 10% Syrah e 10% Petit Verdot. Com aroma onde a nota vegetal da Cabernet Sauvignon aparece em destque, junto com frutas maduras negras, madeira, taninos finos presentes, longo.

Nota: 89 pontos

Carménère Microterroir 2008, Colchagua

Um dos grandes Carménères do Chile. Muito escuro, com fruta negra concentrada. Encorpado, macio, com acidez equilibrada, um Carmenere perfeito aos 7 anos de idade e com vida pela frente.

Nota: 92 pontos

Altura  2008

40% Carménère, 30% Cabernet Sauvignon, 15% Syrah, 15% Petit Verdot. Complexo, com amplo leque de aromas, frutas negras, muitas especiarias, madeiras. Paldar volumoso, largo, com taninos finos e estruturados, 14,5% de álcool. Mais elegante e fresco que outras safras deste mesmo vinho. O melhor Altura feito até hoje.

Nota: 94 pontos

Marcelo Copello

Marcelo Copello


Marcelo Copello é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. Eleito “O MAIS INFLUENTE JORNALISTA DE VINHOS DO BRASIL” pela revista Meininger´s Wine Business International, e “Personalidade do Vinho” 2011 e 2013 pelo site Enoeventos.

Curador do RIO WINE AND FOOD FESTIVAL, e Publisher do Anuário Vinhos do Brasil, colaborador de diversos veículos de imprensa, colunista da revista Veja Rio online. Professor da FGV, apresentador de rádio e TV, jurado em concursos internacionais de vinho, como o International Wine Challenge (Londres). Copello tem 6 livros publicados, em português, espanhol e inglês, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 em Paris e indicado ao prêmio Jabuti.

Especialista no mercado e nos negócios do vinhos, fazendo palestras no Brasil e no exterior, em eventos como a London Wine Fair (Londres). Copello é hoje um dos palestrantes mais requisitados. Para saber mais sobre as palestras e serviços de Copello clique AQUI

  

Contato: contato@marcelocopello.com