Carregando

Aguarde, processando!

10 maneiras de harmonizar seu Fino

10 maneiras de harmonizar seu Fino

05/04/2017

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

1633 Visitas

O Jerez é ao mesmo tempo um dos melhores, mais subestimados e mais versáteis vinhos do mundo. Também chamado de Xerez ou Sherry, produzido em Jerez de la Frontera, no sul da Espanha, este vinho é tão desconhecido do grande público quanto cultuado por especialistas. O Jerez é um vinho fortificado, elaborado com adição de aguardente vínica. Suas tipologias principais vão desde um dos vinhos mais secos do planeta, os Fino e Manzanilla, passando pelos de caráter mais oxidativo, os fascinantes Amontillado, Oloroso e Palo Cortado, chegando a um dos vinhos mais doces da galáxia, o Pedro Ximenes. Nossos holofotes hoje se voltam para o mais seco e mais gastronomicamente versátil de todos os Jerez: o Fino ou Manzanilla. Antes que pergunte, Fino e Manzanilla são dois vinhos gêmeos, um feito em Jerez de La Frontera e outro em Sanlúcar de Barrameda, cidades que distam cerca de apenas 25 quilômetros uma da outra. Em ambos, a casta principal é a Palomino Fino. O solo muito calcário e a proximidade do mar dão um caráter quase salgado ao vinho. Baco testou nove Finos e Malzanillas (em geral, de ótimo custo-benefício), não apenas puros, mas também em harmonizações com o vinho: algumas tradicionais e outras ousadas. Damos aqui dez sugestões:

1 – Sushi e sashimi. O Fino ficou simplesmente magnífico com a combinação de peixe cru, arroz, shoyo, wasabi e gengire.

2 – Curry. Aqui fomos cruéis e fizemos um curry de frango com tudo em cima: leite de coco, mostarda, iogurte, páprica picante, açafrão, cominho, pimenta cayena, canela, cravo, anis estrelado e gengibre. O Fino aqui fluiu e passeou com naturalidade e de mãos dadas todos os temperos:

3 – Sardinhas à portuguesa. Uma ousadia que funciona à perfeição!

4 – Queijos mais suaves vão muito bem, como o minas e brie. Cuidado: queijos curados, como os do tipo parmesão, matam o Fino.

5 – Jamon Ibérico ou qualquer tipo de presunto cru. Esta é uma combinação clássica e que, cuidado, vicia.

6 – Gazpacho ou Salmorejo. Estas sopas frias típicas espanholas, com um Fino geladinho são uma deliciosa e refrescante entrada para um dia quente.

7 – Aspargos, ovos, verduras, azeitonas, picles e alcachofras. Estes são ingredientes que deixam em pânico qualquer vinho. Menos para o Fino!

8 – Peixes brancos e mariscos. Esta é uma combinação natural, sem mistério, só prazer.

9 – Frutas. Poucos vinhos encaram bem frutas frescas e frutas secas. Porto e moscatéis são uma boa opção, assim como o Fino.

10 – Cevice. Com a tamanha acidez deste prato, só mesmo um Fino para enfrentar.

[meia taça]

Não podemos esquecer que o Fino é muito usado em coquetéis. Uma garrafa de Jerez Fino é presença obrigatória em qualquer bar que se preze. Desta forma, como um bônus para nossos leitores, criamos um drinque inédito, o “Fino Baco” Ingredientes:

– 1 dose de Jerez Fino ou Manzanilla

– 1 dose de Cointreau

– 1 dose de uísque

– 5 gotas de limão siciliano

– 5 gotas de laranja

– Azeitona para decoração

Preparo: Colocar todos os ingredientes em uma coqueteleira com bastante gelo e bater. Coar servindo em uma taça de Martini pré-gelada. Decorar com uma azeitona no palito.

Vinhos testados

Manzanilla Solera Reserva Puerto Fino, Emílio Lustau (Ravin). Cor mais dourada. Aroma rico e complexo, com notas de baunilha, amêndoas, oxidação bem presente. Paladar de mais estrutura, bom corpo, 15% de álcool. Um fino de mais exuberante complexo. Nota: 92 pontos

Jerez Fino El Maestro Sierra (Decanter) Amarelo-palha claro e brilhante. Aroma rico e complexo, salgado, floral, nozes. Paladar muito seco e ao mesmo tempo macio, longo e 15% de álcool. Um dos mais complexos da prova. Nota: 92 pontos

Jerez Fino La Ina, Emilio Lustau (Vinci) Amarelo muito claro e brilhante. Aroma muito intenso e rico, floral e mineral, com notas de leveduras, cera, queijos, notas salgadas e de maresia. Paladar muito seco e delgado, com uma estrutura de acidez muito boa, longo com retrogosto muito persistente, 15% de álcool. Fantástico, sobreturo à mesa. Grande compra. Nota: 91 pontos

Jerez Fino Classic Dry-Sec, Fernando de Castilla (Porto a Porto). Amarelo-palha brilhante. Aroma intenso e de boca complexidade, maresia, flores brancas. Paladar fresco e bastante seco, mas com meio de boca macio, 15% de álcool, longo e elegante. Nota: 89 pontos

Jerez Fino Muy Sec Tio Pepe Gonzalez Byass (Inovini,) Uma das marcas de bebida mais famosas do mundo, Tio Pepe é um clássico. Palha muito claro, com aromas de maçã verde, amendoas, azeitonas, flores, cogumelos e notas salgadas. Paladar muito seco e macio, com boa persistência, 15% de álcool. Nota: 88 pontos

Manzanilla La Gitana Bodegas Hidalgo (Mistral). De cor palha muito clara. Aroma de bom ataque, típica nota oxidada e salgada, mineral, alcaçuz. Paladar mais denso e macio, com bom meio de boca e menos acidez, 15% de álcool. Nota: 88 pontos

Jerez Manzanilla Classic Dry Fernando de Castilla (Porto a Porto). Amarelo-dourado. Aroma (e cor) já com evolução, mostrando mel, amêndoas. Paladar macio, textura cremosa, 15% de álcool, longo. Nota: 87 pontos

Marcelo Copello

Marcelo Copello


Marcelo Copello é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. Eleito “O MAIS INFLUENTE JORNALISTA DE VINHOS DO BRASIL” pela revista Meininger´s Wine Business International, e “Personalidade do Vinho” 2011 e 2013 pelo site Enoeventos.

Curador do RIO WINE AND FOOD FESTIVAL, e Publisher do Anuário Vinhos do Brasil, colaborador de diversos veículos de imprensa, colunista da revista Veja Rio online. Professor da FGV, apresentador de rádio e TV, jurado em concursos internacionais de vinho, como o International Wine Challenge (Londres). Copello tem 6 livros publicados, em português, espanhol e inglês, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 em Paris e indicado ao prêmio Jabuti.

Especialista no mercado e nos negócios do vinhos, fazendo palestras no Brasil e no exterior, em eventos como a London Wine Fair (Londres). Copello é hoje um dos palestrantes mais requisitados. Para saber mais sobre as palestras e serviços de Copello clique AQUI

  

Contato: contato@marcelocopello.com