Carregando

Aguarde, processando!

Blog

Napoleão Bonaparte e o Vinho

Napoleão Bonaparte e o Vinho

28/05/2020

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

7040 Visitas

Uma recente notícia publicada no site da revista inglesa Decanter reabriu o baú de curiosidades relacionando Napoleão Bonaparte ao vinho.

Documentos encontrados relatam 
que Bonaparte e sua entourage consumiam por dia 50 garrafas de vinho, além de
 vários destilados. Um detalhe importante: esta
 ração vínica era enxugada não em seu palácio, mas em
 sua prisão-exílio na ilha de Santa Helena, para onde foi enviado após a derrota em Waterloo em 1815 e onde morreu em 1821. Desse menu constavam apenas um Champagne e generosas dez garrafas de Bordeaux.

Continuar Lendo
Marcelo Copello entrevista François Perrin

Marcelo Copello entrevista François Perrin

25/02/2019

Marcelo Copello

Personalidade

2220 Visitas

 
Por Marcelo Copello
 

Ele é co-proprietário da Famile Perrin, empresa familiar que detém, entre outras propriedades, o Château Beaucastel, um dos mais famosos Châteauneuf-du-Pape, e produz os vinhos Miraval para o casal Angelina Jolie e Brad Pitt. Entre os muitos feitos, François Perrin, juntamente com seu irmão Pierre, foi nomeado Men of the Year 2014, pela revista inglesa Decanter. Seu vinho mais raro, o Hommage à Jacques Perrin, feito apenas em safras excepcionais, coleciona 5 notas 100 de Roberto Parker, o que o torna altamente disputado por colecionadores.

Continuar Lendo
Londres, dicas de lojas de vinhos

Londres, dicas de lojas de vinhos

27/05/2017

Marcelo Copello

Mundo do Vinho

6243 Visitas

Ao perguntar a Charles Metcalfe, londrino e crítico de vinhos, quais as mellhores lojas de vinho da capital inglesa, sua reação foi de pânico. “But there are so many!” (mas são tantas!), disse ele antes de se acalmar e soltar algumas boas dicas. Repeti a pergunta a outros enocidadãos como Christelle Guibert, diretora de degustação da revista Decanter, e craques como Steven Spurrier e Oz Clarke, que dispensam apresentações. Fiz uma compilação, recorri ao Google e mergulhei nas profundezas do London Underground, ou The Tube, como chamam aqui. 

Continuar Lendo